PUBLICIDADE

[Especial Dia das Crianças - Resenha] O Mágico de Oz, Lyman Frank Baum

7 de out de 2014


“L. Frank Baum (1856-1919), o escritor, poeta, ator e cineasta nascido em Chittenango, Nova York, escreveu um dos mais populares livros da literatura infantil de todos os tempos O Maravilhoso Mágico de Oz (1900). A versão musical para o teatro do livro foi apresentada na Broadway de 1902 a 1911, com estrondoso sucesso. Não menos sucesso teve a versão cinematográfica de 1939, estrelada por Judy Garland, no papel de Dorothy.A obra nos conta a encantadora história da garota Dorothy, que é levada por um ciclone à fantástica Terra de Oz, onde entra em contato com o Homem de Lata, o Espantalho, o velho mágico e uma série de outros personagens fabulosos, em uma jornada de pura magia e beleza.Esta edição contém ilustrações da primeira edição da Geo. M. Hill Co., Chicago New York, 1900, de W. W. Denslow.

Olá Leitores, como vão? Hoje trago a estreia de uma nova coluna.
A coluna Convidado do Mês traz uma pessoa nova para escrever no blog. A vez de hoje é do Rafael, que trouxe um clássico infantil: O Mágico de Oz.

O Mágico De Oz: Um Clássico Americano Para Crianças e Adultos.



Acredito que todos já ouvimos falar no Mágico de Oz (se não ouviu, está na hora de abrir um pouco mais seus ouvidos e olhos :p), o livro conta a história da garota Dorothy, que vai parar na estranha e instigante Terra de Oz, após um ciclone erguer sua casa do chão, na pacata fazenda de seus tios, no Kansas.


Seu autor Lyman Frank Baum nasceu em 15 de maio de 1856, em Chittenango, no estado de Nova York, ele é descrito em sua infância como um garoto sensível e de imaginação fértil, como podemos ver claramente durante a leitura, passava pouco tempo com a família e no tempo que passava gostava de ler para seus filhos ou contar histórias que ele mesmo inventava (quem garante que uma destas não tenha se tornado a incrível Terra de Oz?!). Ele era jornalista e incentivado pela sogra (!) que gostava muito do jeito que ele narrava, escreveu tal obra.


Não se engane com o direcionamento infantil da obra, ou até mesmo sua escrita, simples e menos introspectiva do que estamos acostumados. O livro se sustenta em seus personagens mega carismáticos e em suas alegorias, presentes em toda a obra. Seja em Dorothy, doce e ao mesmo tempo forte mas inocente ou no Espantalho, com quem ela mais se afeiçoa, representando o papel da inteligência e sua busca por conhecimento, ou o Homem de Lata, podendo ser equiparado ao homem da sociedade daquela época ou atual, forte por fora e que muitas vezes sente falta do “coração” dentro do peito, e até mesmo do Leão que é todo especial(pelo menos para mim), representando o medo do desconhecido,  a covardia do homem mas que acaba aprendendo com a vida que não há coragem sem medo, Baum emprega lições de um jeito que tanto adultos quanto crianças entenderão.


A história simples e seus personagens carismáticos fizeram de O Mágico de Oz um livro realmente mágico, que não perde para nenhum outro em conteúdo ou “filosofia”. Além desse o autor escreveu mais 13 livros sobre a Terra de Oz(!!), o último sendo publicado um ano após sua morte em 6 de maio de 1919. Além de diversos livros escritos por outros autores, que tiveram autorização de sua viúva.


Não podemos deixar também de comentar sobre o aclamado filme de 1939, realizado pelo estúdio MGM, um dos principais estúdios de Hollywood, o filme foi o primeiro contato de muitas pessoas com os personagens e história criados por Baum, inclusive eu mesmo. Apesar de sutis, mas comprometedora alteração na história, o filme que em sua época foi inovador por conta de seus efeitos especiais, encanta e diverte gerações até hoje. O que mais me chamou a atenção foi o final do filme, que difere levemente do livro, e me deixou com gostinho amargo na boca, por de certo modo deixar a história mais “real”, mas nada que desmereça a produção.


Enfim, ambos, livro e filme são obras obrigatórias para qualquer amante de literatura e cinema, com seus personagens, apesar de leves, muito bem construídas Baum é e será um grande autor de livros infantis.

Até a próxima!
Texto por Rafael.
Não se esqueçam de participar do Sorteio de Dia das Crianças.
Curta nossa página no Facebook,
Estamos no Orelha de Livro.
Comentarios Facebook
Comentarios Blogger

0 comentários:

Postar um comentário




 
Top