PUBLICIDADE

[Homenagem] 100 Anos, Vinicius de Morais

17 de out de 2013


No dia 19 de Outubro de 1913 nasce um dos maiores poetas, crítico de cinema, diplomata, o pai da Bossa Nova, dramaturgo eventual, cidadão do mundo,  Vinicius de Morais.  Vinicius fez história na música, na poesia, com as mulheres... Quem nunca ouviu falar na “Garota de Ipanema”?  Na minha concepção um “hino” brasileiro conhecido pelos gringos. 

Definir Vinicius não é fácil. Antônio Candido define a obra poética de Vinicius como uma “constelação fraternal de gêneros”, que inclui a crônica de jornal , a conversa, a notícia, a confissão, a indignação política, o discurso da amizade e a declaração de amor. Já Manuel Bandeira disse que ele “tem o fôlego dos românticos, a espiritualidade dos simbolistas, a perícia dos parnasianos (sem refugar, como estes, as sutilezas barrocas) e, finalmente, homem bem do seu tempo, a liberdade, a licença, o esplêndido cinismo dos modernos.” Enquanto Otto Lara Rezende leva Vinicius a sério para falar do poeta que reabilitou o soneto. “Metro e rima variam, porém, segundo as exigências do tema, ou segundo os caprichos do poeta que é, no soneto ou fora dele, uma malabarista que não recua diante do salto mortal”. 

Poderia colocar aqui, meu caro leitor, infinitos elogios ao poeta Vinicius, mas não irei.
O Poeta de Eros, segundo a professora  de literatura do ensino médio, sensualismo, amor, separação, fidelidade.  Mas o Poeta de Eros, não deixou de lado a questão social, da época a qual vivia. A 2° Guerra Mundial. O poema “A Rosa de Hiroshima” descreve perfeitamente.

“Pensem nas crianças
Mudas telepáticas
Pensem nas meninas
Cegas inexatas
Pensem nas mulheres
Rotas alteradas
Pensem nas feridas
Como rosas cálidas
Mas oh não se esqueçam
Da rosa da rosa
Da rosa de Hiroshima
A rosa hereditária
A rosa radioativa
Estúpida e inválida
A rosa com cirrose
A anti-rosa atômica
Sem cor sem perfume
Sem rosa sem nada”

Na música Vinicius teve parceiros como: Tom Jobim, João Gilberto, Toquinho, Chico Buarque, entre outros clássicos da Bossa Nova e da MPB.

"Olha que coisa mais linda
Mais cheia de graça
É ela menina
Que vem e que passa
Num doce balanço
A caminho do mar

Moça do corpo dourado
Do sol de lpanema
O seu balançado é mais que um poema
É a coisa mais linda que eu já vi passar

Ah, por que estou tão sozinho?
Ah, por que tudo é tão triste?
Ah, a beleza que existe
A beleza que não é só minha
Que também passa sozinha

Ah, se ela soubesse
Que quando ela passa
O mundo inteirinho se enche de graça
E fica mais lindo
Por causa do amor"

Definição para Vinicius de Morais? Difícil resposta, talvez a que me chame mais atenção. Dono uma genialidade na poesia, prosa, na música ou em qualquer outra coisa que ele escreveu.


O menino "valente e caprino", de dez anos, leva uma vida normal: com "asas nos pés" corre, brinca, mergulha "de anjo" sem fazer barulho, joga futebol, brinca com bodoque. Na lista de seus tesouros, recolhidos nas areias e no chão, estão as bugigangas que crianças transformam em jóias e, também, poucos e bons achados poéticos: "No fundo do mar/Sabia encontrar/Estrelas, ouriços/E até deixa-dissos". Na figura feminina, fosse ela ama ("nos jogos de cama"), criada ("Varrendo as escadas"), prima ou "artista/das cine-revistas", encontra a razão de sua escrita: "Amava a mulher/Até não mais poder. /Por isso fazia/Seu grão de poesia". Vivendo, simplesmente, o menino descobre seu caminho, vislumbra o destino numa genial inflexão de Vinicius: "E achava bonita/A palavra escrita./Por isso sofria./Da melancolia/De sonhar o poeta/Que um sabe um dia/Poderia ser."”  (Paulo Roberto Pires)



Abraços Equipe Can You Imagine
Texto por Grazi
Curta nossa página  Facebook,
Estamos no Orelha de Livro
Fonte de pesquisa: Vinicius de Morais (site)



Comentarios Facebook
Comentarios Blogger

1 comentários:

karina souza disse...

Vinícius de Moraes: esse soube aproveitar bem a vida. Sem dúvida ele foi um gênio. Infelizmente, quando falam dele, só me vem a mente um malandro carioca que sabia como conquistar qualquer mulher com suas palavras.

Postar um comentário




 
Top