PUBLICIDADE

[Série] Dupla Identidade

22 de dez de 2014



Na Sexta-feira 19 de Dezembro de 2014 foi ao ar o último episódio da primeira temporada da série Dupla Identidade.
 Hoje para vocês eu trouxe uma breve análise da série, e para quem não assistiu pode conferir no link que deixarei no final da postagem a temporada completa.



Sinopse
"Edu (Bruno Gagliasso) um "bom rapaz" irá se envolver com a Ray (Débora Falabella). A bela tem seu lado independente: trabalha e cria sozinha a filha, Larissa (Maria Eduarda Miliante). Mas quando o assunto é o namoro, a coisa muda de figura e a jovem se desespera com qualquer falta de atenção do amado, O que Ray ainda nem desconfia é que Edu tem um lado muito diferente do que parece. Além das aparências, ele é um assassino em série. Dias (Marcello Novaes) sempre quis o cargo de Secretário de Segurança e sabe que um grande caso como o do "serial killer" pode ajudar e muito na sua promoção. Mas não vai ser nada fácil solucionar o problema e colocar Edu atrás das grades. Para piorar, o delegado precisa lidar com a volta de Vera (Luana Piovani) em sua vida. Psicóloga forense, ela promete dedicar-se a este caso dia e noite, mas não consegue esquecer o grande amor que viveu com Dias. Hoje, os dois precisam focar na investigação na qual estão envolvidos, fora o fato de o delegado ser casado. Como eles vão conseguir?

O cenário não poderia ser mais preocupante para o senador Oto (Aderbal Freire Filho). Tudo com o que ele se preocupa são as eleições e em resolver de uma vez por todas os problemas que esse "serial killer" vem causando. Quando conhece Edu, o político se deixa levar pelas incríveis ideias do rapaz e o aceita em sua equipe. Já Silvia (Marisa Orth) é a esposa ideal do senador, sempre disposta a apoiá-lo. Até que a perua descobre mais uma traição do marido e decide pedir o divórcio. Parece que um escândalo se anuncia! Mas, com a volta de Júnior (Bernardo Mendes), o filho do casal, muita coisa pode mudar."


Edu (Bruno Gagliasso) é um homem encantador, bonito, inteligente, e aparentemente normal. Tudo seria simples se ele não fosse um serial Killer.
Ele é um personagem envolvente, misterioso e ao mesmo tempo odiável, todo esse conjunto faz com que a cada episódio de certa forma você se sinta envolvido com ele , acaba pensando como ele, e pior torcendo por ele !
A série retrata profundamente as ações de um serial killer, como pensa, como age, e também retrata como a policia lida com casos como esse.
A policial Vera (Luana Piovani), minha segunda personagem preferida depois do Edu é claro, é uma policial ao mesmo tempo inteligente e ingênua pois acaba sempre caindo nas armadilhas do serial Killer, mas ela de cara foi uma das primeiras pessoas a ligar os pontos dos casos, levando diretamente para o nosso querido Edu, que de querido não tinha nada.
Afinal, o cara se envolveu com uma mulher Ray (Débora Falabella) e sua filha, fazendo com que todos acreditassem que ele vivia em uma família normal.
Edu é o tipo de homem que não tem medo de nada, se envolve com a filha do delegado, cria mentiras que parecem verdades, trabalha dentro de uma delegacia (hahaha como ninguém pensou nele? ), faz parte do comitê de um forte candidato a presidência, e ainda pior se envolve com a mulher dele.

Com certeza a atuação de Bruno Gagliasso pode ser considerada a melhor de sua carreira, é impossível não se arrepiar com o olhar que o ator  faz nas cenas em que Edu antes de matar suas vítimas, traz o terror psicológico.
Com o tempo Edu perde o controle, e acaba desmoronando sua faceta de rapaz bom, e é ai que as coisas começam a ficar interessantes.
Com 2ª temporada confirmada para 2015, a série deixou um gosto de quero mais, e com certeza para os admiradores e curiosos da mente humana, Dupla Identidade deve fazer parte da grade de séries assistidas.

Gostou? Abaixo está o link para você assistir a primeira temporada, e fiquem ligados que em breve tem segunda temporada !!!


“Assassinato não é somente um crime de luxuria e violência. Mas sim possessão, as vítimas são parte de você... Você sente a ultima respiração deixando seus corpos... E você olha nos olhos. Uma pessoa nesta situação é Deus.”  Ted Bundy, serial Killer.

Até a próxima !

Texto Por: Flávia 

 Ainda da tempo de participar do Sorteio de Natal !
Curta a página do CYI no Facebook
Estamos no Orelha de Livro 
Comentarios Facebook
Comentarios Blogger

0 comentários:

Postar um comentário




 
Top