PUBLICIDADE

[Especial 1 Ano CYI - Homenagem] Castelo Rá Tim Bum, Influenciou ou Não?

13 de ago de 2014

 


Castelo Rá Tim Bum fez parte da infância e adolescência de muitas pessoas. E aqui estou eu para perguntar a você leitor: O que o Castelo Rá Tim Bum influenciou na sua vida?

Então para começar a responder, pedi para várias pessoas em grupos do Facebook, Whatsapp, amigos, primos, vizinhos, cachorros  e etc, para que respondessem essa pergunta. Você leitor confere abaixo o que foi respondido.

Caroline Yuimi – São Paulo/SP
“A forma como as amizades surgiram foi inspirador, porque o Nino não fingiu ser quem não era para fazer amigos. E o Pedro, Biba, e o Zequinha o aceitaram com todas as maluquices do mundo dele e acabaram fazendo novas amizades. Eu gostava da parte do “Enquanto isso no lustre do castelo” e da parte da Tia Morgana!”

Flávia Oliveira – Ribeirão Pires/SP
“Lembro de quando pequena, sentava toda manhã e noite para assistir castelo rá tim bum, adorava cantar a abertura “CA CA CA Castelo Castelo” haha. Meu personagem favorito era o MAU, mas também gostava muito do Nino. A série me encantava tanto que fiz minha mãe comprar as fitas VHS da coleção inteira. A série era mágica, e encantadora e com certeza marcou de uma forma super positiva minha infância.”


Heberton Pascoal – Recife/PE
“Então errr, sobre o Castelo Rá tim Bum na minha vida, cara haha eu lembro que quando eu era pequeno, eu era uma peste cara. Então eu fazia traquinagem o dia inteiro, tipo assim a manhã né, ai o que minha mãe fazia, tipo assim depois que eu passava dos limites pra ela, ai ela chegava e gritava comigo, reclamava e tal, e depois me prendia  na cadeira e deixava eu assistindo Castelo Rá Tim Bum cara, tipo e como criança, ainda passava na cabeça, sabe como assim? Fazer algumas besteiras que eles faziam lá e tal. A música do..., na verdade não aquela música, mas aquelas músicas que as duas menininhas dos passarinhos cantavam, nossa cara sempre ficava na minha cabeça hahaha até hoje a do “Passarinho que som é esse?”, eu acho que sei quase toda cara, tinha um monte delas haha mais ou menos isso. Enfim, eu sou Heberton Pascoal, do Recife, Pernambuco e esse é meu depoimento o Castelo Rá Tim Bum.”

Monique Larentis – Farroupilha/RS
"Sempre fui apaixonada pelo mundo mágico e fantástico, acho que por isso minha infância teve muito de Castelo Rá-Tim-Bum. Assistia sempre. Me identificava com o Nino, porque nunca fui de ter muitos amigos, e o Pedro, a Biba e o Zequinha era como se fossem meus amigos também. A tia-avó Morgana era uma tia que todos desejavam ter, tudo de bom e super divertida com suas poções Além disso, o programa ensinava a não falar com estranhos, a valorizar as amizades, por mais diferentes que possam ser. Mostrava o amor de uma família, mesmo não sendo composta por pai, mãe e filho. Sem contar as charadas do porteiro, que faziam a gente pensar, interpretar e cantar as respostas também As músicas super educativas e que faziam toda criança cantar e aprender com elas. Acho que hoje em dia, falta um pouco mais desses programas que traziam conteúdo educativo (mesmo que indiretamente). Não tem como não lembrar: Quando pego a minha escova.. eu só penso em rock and roll, Rock, rock [...] Somar, contar, saber quanto vai dar... Juntar e botar tudo no mesmo lugar... Três mais dois: cinco [...] Bum bum bum...Castelo rá tim bum "

Cecília Bohrer, jornalista - Belo Horizonte/ MG
“Castelo Rá-Tim-Bum marcou minha infância por ter uma abordagem divertida e educativa, para falar a verdade sempre que passa alguma coisa sobre castelo Rá-Tim-Bum eu assisto. Também assisti Ilha Rá-Tim-Bum e gostei muito, não perdi um episódio. Acho que as crianças de hoje em dia, perdem muito por não ter programas educativos e divertidos como Castelo Rá-Tim-Bum!”



Graziela Nunes – Ribeirão Pires/SP. (Sim, vou postar meu depoimento também por que eu amava Castelo Rá Tim Bum.)

“Para mim Castelo Rá Tim Bum foi uma grande mudança nos programas infantis porque, esse programa fazia as crianças pensarem em lavar as mãos antes de comer, incentivava a tomar banho, e particularmente muitas crianças odiavam tomar banho. Creio eu que foi uma das primeiras séries que não achavam que as crianças eram “bestas”, e sim faziam pensar em matemática com a Dedolândia, em diferentes sons dos instrumentos e isso era incrível! Também lembro que tinha medo do episódio do lobisomem, e adorava o “Por quê sim, não é resposta!” do Telekid. Hoje eu vejo que assistia um dos melhores programas infantis que a tv brasileira já teve. Desculpa mas Castelo Rá Tim Bum, sempre vai perder para o meu favorito “Senta que lá vem história”.”

Bom, leitores por hoje é só. Mas ainda vai ter post ao longo da semana. Espero que tenham gostado desses depoimentos, e compartilhe conosco, o que o Castelo Rá Tim Bum influenciou na sua vida?

O Blog esta com vagas abertas. Se interessou? Clique aqui e saiba mais.
Abraços
Texto por Grazi
Curta nossa página no Facebook
Estamos no Orelha de Livro

Comentarios Facebook
Comentarios Blogger

0 comentários:

Postar um comentário




 
Top