PUBLICIDADE

[Resenha] - Elliot Allagash, Simon Rich

5 de nov de 2013


“Seymour Herson é um garoto tímido que é alvo de chacotas no colégio particular em Manhattan, onde estuda. Sua sorte muda com a entrada de um novo aluno, o rico e problemático Elliot Allagash, que já foi expulso de várias escolas. Entedidado, Allagash investe em um novo hobby; transformar Seymour no aluno mais popular do colégio, lançando mão dos mais complexos esquemas.”

Expulso de todas as escolas, o pai de Elliot doa uma boa quantidade de dinheiro para que seu filho estude no colégio Glendale até a formatura, lá Elliot conhece Seymour, o seu novo “passatempo”. Seymour não é nada popular, nem um dos melhores alunos, é viciado em videogame e toma todos os dias 5 caixinhas de achocolatado.

Como diz Rosseau: “o homem nasce bom, mas a sociedade o corrompe”, bom Elliot corrompe Seymour.  Tudo começa com fazer Seymour entrar para o time de basquete do colégio e desistir do time para entrar na Liga Antiasbestos, depois fazer Seymour ser o presidente de classe, ajudar os pobres. Entrar no time foi fácil, desistir mais ainda, para ser presidente de classe é preciso eliminar alguns candidatos de maneira suja claro.

Os anos passam e Seymour mente descaradamente, passa a ser quando irá  ocorrer os testes surpresas e já sabe até as respostas, as mentiras são tantas que até no formulário de Harvard ele mente e foi aceito. Até que uma hora descobrem todas as mentiras de Seymour.

Após ser descoberto Seymour deixa sua “amizade” com Elliot de lado e começa a voltar ao normal, voltar a sua antiga vida e até consegue uma namorada/amiga Ashley. Enquanto Elliot, bom ele arrumou um “brinquedo” novo para se divertir em Harvard.

O livro é inteligente, intrigante e engenhoso. Simon Rich realmente me surpreendeu.



Abraços Equipe Can You Imagine
Texto por Grazi
Curta nossa página  Facebook,
Estamos no Orelha de Livro




Comentarios Facebook
Comentarios Blogger

1 comentários:

karina souza disse...

Hum... interessante. Me pareceu que eu vou dar várias risadas com ele. Vou ler, com certeza.

Postar um comentário




 
Top